A contagem regressiva já começou. A primeira edição do “Coolritiba – Festival de atitudes que mudam o mundo” irá culminar uma grande celebração musical, além de reunir ações de arte e sustentabilidade. Com realização da Seven Entretenimento, patrocínio da Claro e Skol, e apoio da Provopar, Sanepar e Copel Telecom, um dos maiores festivais de música do Paraná será realizado em Curitiba no sábado, dia 13 de maio, no maior palco da América Latina, a Pedreira Paulo Leminski (R: João Gava,970), a partir das 14h30. O festival terá 14 diferentes atrações nacionais e locais, com um cardápio musical composto por diversos estilos, que vai do rock passa pelo pop, hip-hop, latina, alternativo e dá espaço à MPB. Tudo isso, distribuído em dois palcos. Utilizando a música e a arte como linguagem universal, que une pessoas em todo o mundo, o Coolritiba é um veículo de comunicação de emoções.

O festival reúne um elenco composto por ídolos de diferentes gerações, ritmos e estilos, que vão se revezar de maneira mais segmentada durante o evento. A lista de nomes confirmados pela organização para o palco principal inclui: os rappers Criolo, Projota e Karol Conká, o duo Anavitória, A Banda Mais Bonita da Cidade com participação especial do ex-titã, Paulo Miklos, as cantoras Céu e Clarice Falcão e Novos Baianos, que se apresentam pela primeira vez na capital paranaense. Moraes Moreira, Baby do Brasil, Pepeu Gomes, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão trazem na bagagem o show da sua mais nova turnê “Acabou Chorare, os Novos Baianos se encontram”. Para valorizar a cena independente paranaense, foi criado o Palco Arnica, onde vão se revezar Naked Girls & Aeroplanes, Trem Fantasma, Nômade Orquestra e Trombone de Frutas. Completa as atrações, o grupo paulista Francisco, El Hombre com participação da banda curitibana Mulamba.

Além de música, o Coolritiba reúne expressões culturais de arte, dança e moda. Toda a cenografia do festival levará a assinatura de artistas plásticos curitibanos, com obras criadas com material reciclado. No camarote, o público poderá ver obras dos artistas do Atelier Soma, como André Mendes, Antônio Wolff, Cleverson Oliveira, Daniel Katz, Eduardo Amato, Raul Frare e Willian Santos. Já na pista, obras de Adriano Bohra, do Robolitos, e do Gustas, do Projeto Lixarte. Isso servirá de estímulo para que os participantes do evento também adotem um comportamento sustentável, depositando as latas das bebidas consumidas no local nas lixeiras seletivas que estarão espalhadas pela Pedreira.

“Diversidade musical e engajamento em diferentes causas. Esses são dois pontos de convergência da nossa programação, com o objetivo de reunir o que existe de mais cool na atualidade musical brasileira”, explica o curador do festival, Igor Cordeiro.

Nos intervalos das apresentações musicais, os participantes do festival serão brindados por performances de dança. Com curadoria do coreógrafo e dançarino Octavio Nassur, da Dance Concept, o Coolritiba mostrará performances engajadas com as questões de sustentabilidade e responsabilidade social, evidenciando a diversidade por meio da dança e poesia com a participação do Grupo Sashas e Brainstorm.

O coletivo LaBmoda também participará do Coolritiba, com exposição de moda criada por estilistas curitibanos. Além disso, o festival terá um BikePark, para estimular a mobilidade ecologicamente consciente, e uma Feira de Vinil.

“Esse será um festival para conectar pessoas que querem mudar o mundo por meio de atitudes positivas. Cada um fazendo a sua parte e, juntos, fazendo a diferença com a sua arte, seu estilo, seu comportamento e seu consumo, tudo de forma consciente”, explica Gian Zambon, diretor de negócios da Seven Entretenimento.

O festival também tem o compromisso de reforçar o papel transformador de Curitiba, que já ganhou o Globe Award Sustainable City, prêmio de cidade mais sustentável do mundo em 2010, e foi considerada a cidade mais verde do país e da América Latina pelo Green City Index, em 2015.

O público também será estimulado a adotar práticas sustentáveis. No Coolritiba, todos os visitantes terão que doar um livro na entrada da Pedreira Paulo Leminski e, para cada pagante, a organização vai plantar uma árvore na cidade nas margens do rio Iguaçu, numa parceria com a Sanepar. Com isso, o Coolritiba será um dos únicos eventos culturais de grande porte do Brasil 100% Carbono Zero.

Para minimizar e compensar o impacto ambiental ocasionado pela realização de um evento de grande porte, o Coolritiba realiza ações práticas em defesa da natureza. A organização do Festival adota uma série de medidas durante o evento: reciclagem do lixo gerada no evento, disponibilização de lixeiras adequadas para a separação do lixo e porta-bitucas.

Para completar, além de ser importante para a saúde, a água potável nas torneiras ajuda a diminuir o consumo de garrafas e galões plásticos. No Coolritiba, a água será totalmente gratuita para todos.

LINE-UP COOLRITIBA 2017
(horários sujeitos a alteração)

PALCO PRINCIPAL
14h30 – Clarice Falcão
15h40 – Céu
16h50 – A Banda Mais Bonita da Cidade com participação Paulo Miklos
18h – Anavitória
19h10 – Karol Conká
20h30 – Projota
22h – Criolo
23h30 – Novos Baianos

PALCO ARNICA
14h – Bate-papo sobre Mobilidade Urbana com Goura
15h – Naked Girls and Aeroplanes
16h10 – Trem Fantasma
17h30 – Nômade Orquestra
18h40 – Trombone de Frutas
20h – Francisco El Hombre & Mulamba