O episódio final de The Walking Dead será de “cair o queixo” segundo Greg Nicotero. Em entrevista ao Fandom, o diretor e produtor afirmou que o 15º capítulo, que teve sua exibição adiada por causa da pandemia do coronavírus, é um de seus episódios favoritos:

“É um dos meus episódios favoritos dessa temporada… A parte ótima do nosso programa é o que Angela [Kang] tem feito tão bem, que é realmente manter o momentum da história continuar se movendo para frente, onde deixamos todo mundo pela última vez, em que Beta e a horda estavam cercando a torre… E o final começa exatamente de onde paramos.”

Nicotero revelou que a conclusão também terá a importância de iniciar a próxima etapa da jornada dos personagens. Nesse sentido ele destacou o retorno de Maggie Greene (Lauren Cohan) e prometeu que os últimos dois minutos da produção será chocante:

“Muitos enredos de personagens estarão [presentes] – teremos pedaços de informações aqui, aqui e ali, e você quer encerrar aquele capítulo para iniciar o próximo no finale… Nós direcionaremos muitas coisas com Daryl, Negan, muita coisa com Beta e muitas outras com Carol. Acho que já foi revelado que o retorno da Maggie acontecerá no finale, e se encaixa tão bem com a 11ª Temporada, que é um pouco agoniante para mim não poder falar sobre isso. Porque os últimos dois minutos do episódio final fará o queixo das pessoas cair”

Enquanto as filmagens do último episódio da temporada já foram concluídas há meses, a fase de pós-produção (efeitos visuais, sonorização, finalização, etc) não foi concluída a tempo. Segundo a AMC, emissora original da série, o capítulo restante será exibido mais tarde em 2020, como um episódio especial.