O caso envolvendo Ray FisherJosh Whedon e a própria Warner Bros, vai muito longe ainda. Depois do estúdio emitir um comunicado oficial afirmando que Fisher não estava colaborando com as investigações contra Whedon, e que falhou ao apresentar provas de má conduta, o ator publicou uma longa declaração.

Em sua conta no Twitter, Fisher disse:

“Obrigado por todo o apoio e por verem através da tentativa desesperada da Warner Bros de me descreditar, para continuar protegendo aqueles que estão no poder.

Eu me encontrei com o investigador pelo Zoom em 26 de agosto. Abaixo segue o email que eu mandei para minha equipe e para o SAG-AFTRA [Sindicato de atores] logo em seguida.”

“Hey, Equipe,

Acabei de sair de uma chamada com o investigador. Tive que terminar a entrevista mais cedo antes de dar detalhes pra ele.

Ele definitivamente foi colocado no caso pela Warner Bros. Pictures e não pela Warner Media. O que ele descobrir vai ser enviado diretamente e exclusivamente para o departamento legal da Warner Bros. Pictures.

Ele também tinha outra pessoa na linha, como uma testemunha, algo que nós não fomos informados antes. Eu disse pra ele que precisaria ter um representante na chamada comigo, como uma medida de segurança para mim mesmo.

Ele tentou me manter na chamada, mas eu disse que iria precisar me consultar com minha equipe antes de proceder.

Podemos fazer uma chamada para discutir isso logo?

Atenciosamente,

Ray”

Logo em seguida, o ator publicou outro tuíte na resposta, dessa vez anexando um vídeo onde explica que iria requisitar um investigador independente para o caso, para que o caso fosse o mais justo possível:

“Também vale a pena mencionar que eu deixei claro para o mundo, em 21 de agosto, que eu iria examinar o investigador para garantir um processo justo e que protegesse todas as testemunhas. Warner Bros. tem levado isso para um nível totalmente diferente, mas hoje eu estou pronto para esse desafio.”

Entenda o caso

Whedon foi acusado de postura abusiva no set de Liga da Justiça, filme da DC de 2017 no qual entrou para o posto de diretor após a saída de Zack Snyder. Segundo as primeiras falas de Fisher, “o tratamento que Joss Whedon deu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável.

Mais tarde, o diretor Kevin Smith afirmou ter ouvido relatos que dão força ao argumento de Fisher. Depois, as dublês de Buffy, A Caça-Vampiros – série criada por Whedon – acusaram o criador de ser egomaníacos.

Por causa do suicídio de sua filha, Zack Snyder abandonou Liga da Justiça em 2016. Joss Whedon assumiu as filmagens depois da saída, mas a reação negativa em torno do filme estimulou os rumores em torno da versão original do longa, já que muito material planejado pelo cineasta não entrou na versão final. Após muito tempo, a Warner confirmou o lançamento do Snyder Cut para 2021 no HBO Max, streaming do grupo Time Warner.