Josh Trank, diretor do Quarteto Fantástico de 2015, afirmou que seu filme “não precisa” do lançamento de uma versão do diretor. O cineasta celebrou nas redes sociais o lançamento do SnyderCut de Liga da Justiça, mas deixou claro que não quer o mesmo para o seu filme:

“Feliz por Zack Snyder, um cineasta que sempre admirei enquanto estava crescendo, e depois de adulto. Nunca vi Liga da Justiça, mas agora vou ver”.

“Estamos ansiosos pelo seu de Quarteto Fantástico”.

“Não há necessidade”.

Em uma entrevista recente ao Polygon, Trank afirmou que as refilmagens foram como “ser castrado” pelo estúdio, que não gostou da reação dos fãs à sua abordagem mais sombria do filme e decidiu refilmar diversas partes.

Lançado em 2015, Quarteto Fantástico arrecadou apenas US$ 167 milhões no mundo, para um orçamento estimado em US$ 155 milhões.

Quarteto Fantástico no MCU

Desde a fusão entre a 20th Century Fox e a Walt Disney Company, o Marvel Studios passou a ter controle sobre personagens que antes pertenciam ao estúdio rival, entre eles o Quarteto Fantástico e os X-Men.

Durante a San Diego Comic-Con, quando anunciou o calendário da fase 4 do MCU, o presidente do Marvel Studios Kevin Feige mencionou a equipe liderada por Senhor Fantástico apenas uma vez, dizendo que não teve tempo para falar sobre ela. No entanto, a primeira dica sobre a chegada do Quarteto foi dada ao final de Homem-Aranha: De Volta ao Lar.

Enquanto Peter Parker retoma sua rotina em Manhattan, ele aterrisa na rua ao lado da Grand Central, onde se pode ver um edifício moderno com um vão livre ajardinado. O endereço da tal construção é a rua 42, justamente onde fica o famoso Edifício Baxter, a casa da equipe de heróis.

Nenhum anúncio oficial envolvendo a equipe foi feito até o momento.