A diretora Patty Jenkins analisou as diferentes abordagens entre a Marvel e a DC no cinema. Embora elogie o sucesso da Casa de Ideias com seu universo compartilhado, ela disse amar como os filmes da DC são diferentes entre si, sobretudo nessa nova fase.

“Adoro isso sobre a DC”, disse Jenkins à revista Total Film. “Para mim, filmes de herói sempre foram assim. Acredito que a exceção seja o sucesso que a Marvel teve com seu universo compartilhado. Mas certamente esse não é o status quo”.

A cineasta então lembrou da grande variedade de quadrinhos que existem, com diferentes tons, visuais e universos. “Eles não inevitavelmente se unem. Às vezes isso acontece e é legal. Mas, mais vezes ainda, eles têm seu próprio arco. Estou empolgada que os filmes da DC – e francamente a Marvel também tem feito isso um pouco mais com Thor: Ragnarok, Viúva Negra e Doutor Estranho – têm tons muito diferentes entre si. Amo isso na DC”.

Antes de assumir o comando de Mulher-Maravilha, Jenkins esteve envolvida na produção de Thor: O Mundo Sombrio. A diretora, porém, deixou a direção do longa após diferenças criativas com o Marvel Studios.

Jenkins volta à direção em Mulher-Maravilha 1984. Ainda não há detalhes sobre a história do longa, mas agora a amazona vivida por Gal Gadot será mostrada na década de 1980. Chris Pine retorna ao papel de Steve Trevor, Kristen Wiig será a vilã Barbara Minerva, a Mulher-Leopardo, e Pedro Pascal será o também vilão Max Lord.