A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, organização responsável pela realização do Oscar, anunciou nesta segunda-feira (15) que a edição de 2021 do prêmio foi adiada em dois meses. Antes programada para acontecer em 28 de fevereiro, agora a cerimônia ocorrerá em 25 de abril. Esta será a data mais tarde em que o Oscar acontecerá desde 1932, quando o evento ocorreu em novembro (via Deadline).

O prazo final de inscrição para o Oscar também foi estendido, indo de 31 de dezembro para 28 de fevereiro. Assim, esta é a primeira vez desde 1934 que o período considerado para o prêmio não está contido em apenas um ano.

“Nossa esperança é que estendendo o prazo e adiando a data do prêmio conseguiremos providenciar a flexibilidade necessária para que os cineastas possam terminar e lançar seus filmes sem serem penalizados por algo que está além do nosso controle”, afirmou o presidente da Academia, David Rubin, e o CEO Dawn Hudson em nota.

De acordo com fontes do The Wrap, a Academia esteve em contato com estúdios, distribuidoras e o Departamento de Saúde Pública de Los Angeles para tomar essa decisão. Por enquanto, porém, não se sabe se a cerimônia ocorrerá no tradicional Dolby Theatre ou se será adaptada para um formato virtual.

A expectativa é que premiações como o Globo de Ouroe o Critics’ Choice Awards tomem medidas semelhantes para se adaptar ao calendário do Oscar.