A NVIDIA, famosa por suas placas gráficas para computador, anuncia parceria global com a empresa de saúde GSK e seu grupo de Inteligência Artificial, que está aplicando a computação com IA ao processo de descoberta de medicamentos e vacinas.

A GSK estabeleceu recentemente um novo hub de Inteligência Artificial baseado em Londres, um dos primeiros do seu segmento, que irá alavancar significativamente os dados genéticos e genômicos da GSK e melhorar o processo de concepção e desenvolvimento transformacionais de medicamentos e vacinas.

A GSK utilizará dados biomédicos, métodos e plataformas de computação avançada em Inteligência Artificial para desbloquear dados genéticos e clínicos com maior precisão e escala. O hub de IA da GSK, uma vez totalmente operacional, será o lar de sua equipe de IA sediado no Reino Unido, incluindo o GSK IA Fellows, um novo programa de treinamento profissional e agora para cientistas da NVIDIA.

“Devido ao enorme tamanho dos conjuntos de dados que usamos para a descoberta de medicamentos, precisamos ultrapassar os limites de hardware e desenvolver um novo software de Machine Learning”, diz dr. Kim Branson, vice-presidente sênior e chefe global de IA e ML na GSK. “Estamos construindo novos algoritmos e abordagens, além de reunir as melhores mentes na interseção da medicina, genética e inteligência artificial em um rico ecossistema do Reino Unido. Esta nova parceria com a NVIDIA também contribuirá com o poder computacional e tecnologia de Inteligência Artificial de ponta”.

A NVIDIA contribuirá com seu profundo conhecimento em otimização de GPU e poder computacional de alta performance, incluindo o NVIDIA Clara Discovery™, uma nova coleção de ferramentas computacionais otimizadas para aplicações e estruturas de descoberta de medicamentos. Além de seu investimento em sistemas  NVIDIA DGX A100, a GSK também terá acesso ao Cambridge-1 da NVIDIA, o mais poderoso supercomputador de inteligência artificial da NVIDIA, também anunciado no GTC 2020 Fall.

“A GSK e a NVIDIA juntas ajudarão a expandir os limites do que a IA pode fazer e colocar vastas fontes de dados para trabalhar e avançar na descoberta de novos medicamentos e vacinas”, diz Kimberly Powell, vice-presidente da área da saúde da NVIDIA. “A GSK está liderando a indústria para uma nova geração de descoberta de medicamentos baseada em dados genéticos e clínicos para trazer mais precisão à pesquisa e à medicina”.