Esquadrão Suicida teve muitas criticas, mas a principal foi a sexualização da personagem de Arlequina, vivida por Margot Robbie. Em sua conta do Twitter, o diretor David Ayer comentou a questão, compartilhando o texto de um fã que analisa o jeito que a personagem foi retratada.

“Uma personagem feminina em uma relação abusiva é político por si só, cara. O jeito que sua câmera olhou para ela foi político. O jeito que você usou ela foi político. Você usou ela como objeto e ela ainda saiu por cima. Isto foi político também”, escreveu o fã, como resposta à um tweet do diretor no início do mês.

Ayer compartilhou o texto elogiando seu autor:“Retuitando isto porque está muito bem escrito. Obrigado por isso. Eu estou crescendo e aprendendo em um mundo que está em constante mudança”.