A caracterização do Coringa em Esquadrão Suicida foi motivo de muitas discussões entre os fãs, não apenas por uma questão de gosto, mas também de teorias. O diretor David Ayer usou o Twitter para confirmar uma das hipóteses sobre a tatuagem que o personagem de Jared Leto tem na testa.

Embora escrever no rosto do personagem “damaged”, termo em inglês que pode significar tanto machucado quanto degenerado, possa parecer um aceno pouco sutil à personalidade do Palhaço do Crime, a tatuagem na realidade esconde uma provocação ao Batman.

Dando sua opinião sobre o assunto, um fã explicou por que achava a escolha da tatuagem engenhosa. “Coringa fez a tatuagem porque o Batman danificou seu sorriso em uma tentativa falha de se vingar pela morte do Robin. Tudo com a intenção de antagonizar e enfurecer o Batman simplesmente por olhar na sua cara”. A teoria se mostrou certeira, com Ayer respondendo “exatamente”.

O próximo filme, dirigido por James Gunn, usará alguns dos mesmos personagens, mas não terá tantas conexões com a trama. O longa deve se inspirar nas HQs do grupo na década de 1980, escritas por Jon Ostrander e Kim Yale. A estreia é prevista para 6 de agosto de 2021.