Dando sequência aos crescentes debates sobre racismo e brutalidade policial contra negros no Brasil e no mundo, Emicida falou sobre a diferença de postura dos brasileiros ao discutir a morte de cidadãos negros dentro do próprio país e nos Estados Unidos. Se referindo à cobertura do assassinato de George Floyd, em 25 de maio, disse que a mídia brasileira é clara ao falar da cor da pele das vítimas e ao expor as ações brutais dos policiais envolvidos (via Tenho Mais Discos Que Amigos).

Quando a gente trata de caso doméstico, toda essa percepção some e aí se trata esse assunto como se fosse uma grande suposição”, seguiu o rapper. “E se alguém levanta esse ponto e fala ‘existe uma situação que estruturalmente assassina pessoas pretas’, a gente recebe colunista dizendo que a gente é vitimista e político imbecil reverberando esse mesmo tipo de discurso”. Confira a fala completa de Emicida, transmitida durante o Papo de Segunda, da GNT, abaixo:

Recentemente, Emicida lançou o clipe de “Quem Tem Um Amigo (Tem Tudo)” com inspiração em Dragon Ball.

AmarElo, seu álbum de estúdio mais recente, foi lançado em outubro de 2019. O disco foi acompanhado do lançamento de AmarElo – O Filme Invisível, podcast em que desvenda as referências das letras e composições do lançamento.