Alguns atores de Hollywood estão se reunindo para auxiliar no pagamento da fiança dos manifestantes que foram presos durante os protestos de Minneapolis, nos Estados Unidos. Alguns dos nomes incluem Seth Rogen (É o Fim), Ben Schwartz (Sonic, Parks & Recreation), Steve Carell (The Office), entre outros [via Hollywood Reporter].

Para financiar a saída dos protestantes presos durante os atos, os atores e diretores, como Josh e Benny Safdie (Jóias Brutas), estão doando para o Minnesota Freedom Fund, “um fundo não-governamental para auxiliar pessoas de baixa renda a evitarem os perigos do encarceramento”, segundo o site oficial. As doações dos famosos são pequenas, de apenas de US$50, mas a ideia é justamente incentivar que seus seguidores doem o mesmo valor, em uma espécie de corrente.

Os protestos em Minneapolis acontecem após a morte de George Floyd, homem negro que foi morto por quatro policiais brancos na cidade. A revolta começou após vídeo de Floyd sendo imobilizado, com um oficial se apoiando de joelhos no pescoço do homem, passou a circular nas redes sociais. Seguindo a polêmica, os policiais não foram julgados, e sim apenas foram demitidos de seus cargos, o que provocou os protestos.

Os manifestantes pedem por justiça no caso, e pelo fim da violência racial e da brutalidade policial. Nas redes sociais, personalidades como John Boyega (Star Wars), o rapper Ice Cube, o jogador de basquete LeBron James e mais se manifestaram contra as ações da polícia.