Limonge é um paulista com 28 anos que trabalha com música há 12. Cantor, compositor e Multi-instrumentista, assina a produção total do seu primeiro EP “Tão Normal” e do segundo que lança hoje com exclusividade “O tempo”. As faixas trazem um pop/rock puro e simples, mas é possível encontrar pitadas de grunge e folk entre um acorde ou outro. Em suas influências estão nomes como Bob Dylan, Neil Young, Pearl Jam, Dave Matthews, entre outros.

Ao falarmos de tempo, muitas coisas vêm em nossa mente. Coisas do passado, nosso presente e a incerteza ou certeza do futuro que tanto queremos. Para Limonge, é da seguinte maneira:

“O Tempo, normalmente, se divide em 3: Passado, Presente e Futuro.
O passado é nostalgia, o futuro uma incerteza e o presente… bem, o presente está entre os dois… você pode sofrer, aceitar ou fazer algo com base nisso… Eu? Bom, eu fiz isso… espero que vocês curtam tanto quanto eu, de hoje em diante. ”

Abaixo Ep do cantor “O tempo”. Dá o play na playlist e confira a nova produção do cantor.

O cantor espera que através do Ep as pessoas percebam que cada momento tem sua história e quem em tudo há um porque (como já dizia “Luz”, última música de trabalho do primeiro EP). “O que fica molda quem você é hoje, o que está ai não é imutável e o futuro é um grande ponto de interrogação, mas deve ser recebido de braços abertos, sem julgamentos”, comenta Limonge.

A música que já está como uma das mais escutadas é Geração 90, Limonge confessa que criou há muito tempo, “meio” que como uma resposta a “Geração Coca-Cola” do Legião Urbana, mas sem um cunho político/ativista. “Queria retratar um pouco o que marcou o pessoal que cresceu nos anos 90, como um adulto revisitando seu “eu criança” e relembrando alguns momentos da sua infância.”