A Naughty Dog continua lucrando com The Last of Us Part II. A jornada de Ellie por vingança é sucesso de vendas em todo mundo, e no Brasil já conseguiu superar competidores de grande peso.

Segundo dados da consultoria Gfk (via GamesIndustry), The Last of Us Part II já é o jogo mais vendido de 2020 no Brasil, ultrapassando jogos como eFootball PES 2020 e FIFA 20. São números bem expressivos, levando em consideração que o jogo chegou ao mercado há pouco mais de um mês. Na República Tcheca, Eslováquia e Suécia, o game também está na primeira posição.

Lançado em 19 de junho, o game conta uma história dividida entre dois personagens, sob duas perspectivas diferentes. E embora as vendas estejam em alta, quando o game foi lançado foi alvo de muitas criticas.

ATENÇÃO SPOILER DO GAME ABAIXO!

O sucesso é ainda mais impressionante visto que muitos jogadores encheram o game de críticas negativas devido a morte do Joel Miller, e também criticaram o fato de ter que acompanhar a história de Abby a assassina de Joel. E alguns jogadores acusaram o game de “lacração” por inserir a sexualidade de Ellie.

Esta parcela mais intolerante e conservadora do público, cujas principais críticas não falam sobre a trama, sobre a jogabilidade do título ou sobre a qualidade gráfica. A maioria das reclamações feitas por essas pessoas fala sobre o relacionamento homossexual de Ellie, personagens trans entre outras coisas que consideram fora do padrão da sociedade.