SPOILER ALERT

Kingsman: O Círculo Dourado estreou ao redor do mundo, e chamou atenção não só por obter uma ótima bilheteria já em seu primeiro fim de semana, mas também por uma cena especifica do filme que está causando por ai. E por incrível que pareça Taron Egerton (Eggsy) recusou filmar a tal cena, em uma entrevista ele revelou como ela foi feita.

Em uma das missões que precisa realizar, Eggsy (Egerton) tem que usar estratégias de sedução para ir para a cama com Clara (Poppy Delevingne). No entanto, há uma coisa específica que a moça não consente: a implantação de um dispositivo de rastreamento dentro de sua vagina. E Egerton, que já havia se deparado com uma controversa cena de sexo anal em Kingsman: Serviço Secreto, não se sentiu confortável para realizar uma outra sequência do tipo em Kingsman 2:

Era um dia que estava me deixando ansioso. Fiquei muito ansioso por causa do plano do primeiro Kingsman porque Matthew Vaughn não me disse que eu não estaria, de fato, no plano. Do jeito que estava no roteiro, não acreditei no que eu teria que fazer. Mas não tive que fazer nada, era só um POVNo segundo filme, eu estava no plano, mas disse a Matthew que não estava confortável com aquilo. Então não é a minha mão que aparece na cena, é a mão do marido de Poppy. Ele salvou o mundo“, declarou o ator em entrevista ao ScreenRant.

Egerton também afirmou que criar momentos chocantes para os espectadores é uma espécie de “marca registrada” de Vaughn.

Kingsman: O Círculo Dourado já está em cartaz!