A Saraiva promove mensalmente lançamentos, encontros, atividades infantis como oficinas de arte, música, yoga, contação de histórias e várias outras atrações aos clientes. Confira a agenda do mês com ações pensadas para as crianças.

Saraiva Shopping Mueller
Av. Cândido de Abreu, 127 – Centro
CEP: 80530-000 – Curitiba – PR
Telefone: (41) 3111-2780 / (41) 3111-2781
Fax: (41) 3111-2793
1/10, sábado, 16h
Especial Mês das Crianças Contação de História O gatinho que queria ser tigre, com Grupo Contarte

O gatinho faz de tudo para tentar virar tigre, até falar com uma maga para transformá-lo, mas a magia não fica como ele esperava. Por meio dessa história aprendemos que devemos nos valorizar, valorizar quem somos, a forma que agimos.

8/10, sábado, 16h
Especial Mês das Crianças Contação de História O gato e o escuro , com Cia Girolê

Pintalgato vive sendo alertado pela mãe para que não ultrapasse a fronteira do dia. Mas ele, louco para descobrir o que se esconde sob a sombra da noite, decide se aventurar e acaba tendo um encontro inusitado com o escuro. Quando volta para a luz do dia, descobre que seu pêlo, antes amarelo com pintinhas, está preto como a noite, e fica apavorado. Com ajuda da mãe, porém, consegue perceber que o medo do escuro, na verdade, é o medo das ‘ideias escuras que temos sobre o escuro’. Com uma prosa envolvente e cheia de pequenas surpresas poéticas, Mia Couto elabora uma fábula sobre as aflições e o encantamento com o desconhecido.

12/10, quarta-feira, 16h
Especial Mês das Crianças Contação de História de uma bruxinha, com Grupo Contarte

Nessa historinha uma bruxinha muito legal ensina para as crianças que elas devem escovar os dentinhos todos os dias, senão o bichinho malvado das cáries aparece visitá-las!

15/10, sábado, 16h
Especial Mês das Crianças Contação de História A menina e o pássaro encantado, com Cia Girolê

A menina e o pássaro encantado é uma tocante estória sobre emoções e momentos sempre presentes em nossa vida: amor, despedidas, saudade, reencontros, alegria, tristeza. Rubem Alves, que a escreveu após ver uma criança chorando ao se despedir de alguém, brinca com as palavras para tocar fundo o coração de quem lê.