Voando Alto é sobre a história do primeiro saltador de esqui do Reino Unido, o Michael Edwards, que em 1988 ficou conhecido por Eddie ‘The Eagle’ – ‘a águia’, em inglês.

Interpretado por Taron Egerton, Eddie sonha desde pequeno em ir as Olimpíadas e corre atrás do sonho de ser o primeiro saltador de esqui do Reino Unido quando descobre que só através desta modalidade poderá participar de uma Olimpíada.

O longa começa pincelando a infância de Eddie que logo mostra que ele sofre de um problema físico em seu joelho e não enxerga muito bem, mas mesmo assim sonha com a carreira quase impossível. Sua mãe sempre o apoiou, e seu pai sempre mostrou descrença no sonho do filho.

Taron as Eddie

O atrapalhado e esforçado rapaz treinou durante alguns anos na equipe britânica de esqui alpino downhill. Logo que foi dispensado, encontrou em uma modalidade não praticada no país a possibilidade de finalmente ir para as Olimpíadas: o salto de esqui.

Com isso, foi com quase nada para a Alemanha, a fim de iniciar seus treinamentos. É lá que ele encontra o ex-atleta promissor norte-americano Bronson Peary (Hugh Jackman) como um motorista de trator bêbado que tem, na chance de ensinar os truques do esporte a Eddie, uma forma de redenção.

Eddie, porém, encontra diversas limitações, não só por ser iniciante na prática, mas também os olhares dos colegas de competição e a má vontade e descrença do comitê olímpico nacional que o desaprova o tempo todo e tenta sabotar sua conquista em um dos treinos.

É claro que apesar de ser baseado em fatos o roteiro adiciona alguns detalhes para se tornar um pouco mais dramático. Taron, como sempre, exerce um ótimo papel ao dar vida a Eddie, que por sua vez na vida real era caricato e de personalidade marcante.