A história contada pelos olhos de um incrédulo, assim é “Ressurreição“. As vésperas da pascoa a Sony Pictures lança “Risen” (Ressurreição) um filme que foge do clichê e tenta contar a história da ressurreição através de outros olhos.

Ressurreição” é a épica história bíblica da ressurreição contada pelos olhos de um não-crente. Clavius (Joseph Fiennes), um poderoso tribuno militar romano, e seu assistente, Lucius (Tom Felton), têm a tarefa de resolver o mistério do que aconteceu com Jesus nas semanas seguintes a crucificação, a fim de refutar os rumores de um Messias ressuscitado e evitar uma revolta em Jerusalém.

Em meio a uma batalha conhecemos Clavius um tribuno romano que comanda o exercito da época, fiel a Pôncio Pilatos ele busca um futuro de glória em seu posto.

risen1

Mas algo esta acontecendo  em Jerusalém, então Clavius e enviado a vila onde esta acontecendo uma crucificação, a crucificação de Jesus. Sem muito conhecimento sobre o Messias Clavius ajuda sua tropa a leva-lo ao sepulcro para que um possível boato de ressurreição não aconteça.

Três dias depois a crucificação, Pilatos é noticiado de que Jesus vive. Agora cabe a Clavius e Lucius investigarem e acharem Jesus.

A trama em nenhum momento foca em Jesus ou seus discípulos, mas sim no homem responsável por caça-lo. Talvez isso tenha tornado o filme realmente bom,  e assim acompanhamos o desenvolvimento do personagem que começa a questionar-se se o procurado é realmente culpado. Embora a história do soldado seja fictícia nos fazer pensar em como tenha sido para os soldados e tementes a Pilatos ter que executar tal ordem de crucificação mesmo sabendo que Yeshua poderia ter sido inocente.

Em alguns pontos, para quem conhece a história, é possível reconhecer alguns acontecimentos como quando Judas traiu Jesus, mesmo sem ser dito que tal homem no filme era de fato Judas.

Uma ótima produção, com uma ótima atuação de Joseph Fiennes nos leva a um filme com grande potencial para as bilheterias desta semana! Este vale o ingresso com combo de pipoca.

Ressurreição, quinta nos cinemas | Verifique a classificação Indicativa.