O cineasta Ridley Scott responsável por Alien – O Oitavo Passageiro de 1979, Blade Runner – O Caçador de Androides de 1982, Prometheus de 2012 e outros títulos de sucesso nos trouxe desta vez um longa incrível e bem elaborado, a trama de “Perdido em Marte” estrelando Matt Damon.

Com aproximadamente 142 minutos de duração, o longa que se passa parte na NASA e parte do espaço, nos introduz a historia dramática, mas bem humorada, de Mark (Damon) um astronauta que também é especialista em botânica.

Durante uma missão em marte, a equipe de Mark é pega de surpresa por uma tempestade e por uma infelicidade do destino Mark não consegue voltar a tempo para a nave, e para salvar suas vida a comandante opta por partir sem ele, o deixando então perdido em marte!

perdido em marte 2

Sem opção, Mark se vê obrigado a pensar na melhor forma de sobreviver -mesmo sabendo que uma próxima missão em marte demoraria 4 anos- e então ele começa a pensar da melhor forma em como não morrer de fome ou sede, e o principal, avisar que esta vivo!

No desenrolar da trama, somos conquistados pela personagem principal que é vivido por Matt Damon, sem nos deixar perder a esperança de um jeito divertido de ver as situações, por pior que pareçam. Enquanto isso na terra, a NASA estuda o melhor jeito de se comunicar com Mark e numa forma de traze-lo para casa.

A narrativa por parte de Mark nos faz interagir com o filme (como se ele estivesse falando com o publico) e não nos deixa cair no tédio durante a passagem de dias que ele se vê preso, e nos faz torcer pela volta do astronauta a terra, e a cada segundo que se aproxima do fim, a ansiedade para o  desenrolar da trama só aumenta.

perdido em marte 3

Com certeza a atuação de Matt Damon é um ponto forte do longa, ele nos faz simpatizar com Mark logo de cara e arrancou risadas do publico presente na sessão diversas vezes. As cenas em 3D ajudam e muito no visual com cores fortes de marte.

Perdido em Marte” esteia dia 1 de outubro nos cinemas de todo o Brasil, e você não pode perder a oportunidade de ver esta historia nos cinemas em 2D ou 3D 😉