Amanha estreia “A Visita” nos cinemas, nós já fomos ver e contamos pra você o que achamos do longa! Produzido por M. Night Shyamalan (O Sexto Sentindo, Sinais, A Vila) já podemos esperar algo legal, ou não. Depende de você ter gostado dos últimos trabalhos do cineasta.

A Visita

Enfim, em “A Visita” estávamos preparados para algo tenso, um suspense bem construído e tudo mais, e foi exatamente isso e muito mais que tivemos.

O filme foi protagonizado por Olivia DeJonge, Ed Oxenbould, Deanna Dunagan, Peter McRobbie e Kathryn Hahn. Vamos começar pelo desenvolvimento dos personagens, A trama se passa em torno de duas crianças e dos avós, e em segundo plano a mãe.

Mesmo sendo aquele estilo chato de ser ver (found footage), é bem melhor que Atividade Paranormal, filmado o tempo todo pelas crianças temos a seguinte sinopse:

Os irmãos Becca (Olivia) e Tyler (Ed) são mandados para a casa dos avós que nunca conheceram por sua mãe, Paula. Ao chegarem lá, seus avós estabelecem apenas uma única regra: Não saiam do quarto após as 21:30. Aos poucos, os jovens desconfiam de que há algo de errado com seus avós.

Em vários momentos ficamos tensos com as cenas, esperamos que algo aconteça a qualquer momento, mas também, temos a parte -super- cômica do filme, Ed Oxenbould, o garoto consegue roubar todo o filme só pra ele (e não só a cena), um personagem muito bem desenvolvido e carismático, que consegue passar cada sentimento para o publico que vê.

Ed Oxenbould A Visita

Com a situação de que há algo errada na casa dos avós as crianças passam a investigar para descobrir o que exatamente é. E todo um mistério se desenrola e uma reviravolta marca o fim do longa.

Vale a pena? Sim! Talvez o melhor filme do gênero este ano, até o momento, uma filme pra ter medo e se divertir ao mesmo tempo.