O espetáculo Lilith é uma das cinco atrações da Mostra PalavrAção da UFPR (Foto: Divulgação)

Como disse a atriz Denise Fraga na abertura desta 27ª edição do Festival de Curitiba, “é preciso controlar a ansiedade” para selecionar o que vai ser visto entre as mais de 400 atrações do evento. Afinal, “escolher é perder”. Por isso, aqui vai uma dica para te ajudar nas escolhas: confira a mostra especial PalavrAção da UFPR.

Com uma apresentação dessa quarta-feira (28) cancelada por causa de uma manifestação na Praça Santos Andrade, a estreia da mostra acontece nesta quinta-feira, às 20h, com o espetáculo LILITH, meu preferido dos quatro em cartaz no TEUNI durante o Festival.

Fruto de pesquisa textual, de técnicas de movimento e respiração, feitas de forma coletiva entre atores e direção, a montagem leva ao público a interação entre corpos, movimentos, sons, silêncio, luz e escuridão. Todos estes ingredientes ajudam a contar a história mais antiga conhecida: a criação do homem e da mulher, Adão e Lilith, surgidos do barro.

Sabrina Marques e Nicolas Wolaniuk, sob a direção de Marcelo Felczak, interpretam Lilith e Adão em um jogo de sensualidade e força. As cenas acontecem em meio ao barro e sob uma iluminação lindíssima.

O espetáculo Lilith recebeu o prêmio de segundo lugar na categoria Adulto no V Festival de Teatro de Pontal do Paraná (Foto: Divulgação)

Vemos e sentimos a luta da separação da matéria inerte, o rompimento da inércia, o esforço de se elevar e manter-se de pé. Rompidos os momentos da criação, mulher e homem se confrontam, se desejam.

Outras atrações

E é essa potência criativa e formadora que serão exibidos nas outras três peças que compõem a Mostra PalavrAção. Também na quinta-feira, será encenada “Casos Particulares”, às 15h e 18h. Já no dia 30, sexta-feira, estará em cartaz a peça oficial da PalavrAção em 2017, ”Sociedade dos Ratos”, às 15h e 20h. E para fechar, no dia 31, sábado, “Fim de Festa”, às 19h e 21h.

Todas as peças serão encenadas no TEUNI, com entrada franca. Mas atenção, chegue com uma hora de antecedência para retirar seu ingresso.

Oficina

A PalvrAção também leva ao Festival a oficina destinada a Formação de Atores. As atividades serão ministradas pelo professor da UFPR e coordenador da Companhia de Teatro, Alaor de Carvalho.

Segundo Carvalho, membro da PalavrAção a 21 anos, as atividades tem por objetivo que o/a artista conheça seu corpo, apodere-se dele; dando lhe um maior potencial de criação, seja de personagens, movimentos e expressões.

“Nossa busca é dar uma maior liberdade criativa aos artistas da Arte Dramática”, salientou o coordenador da Cia. A metodologia a ser ensinada na oficina chama-se Razão Orgânica. Ela foi desenvolvida por Hugo Mengarelli, professor aposentado da UFPR e fundador da PalavrAção, ao longo de 20 anos de pesquisas.

Os interessados em participar da oficina nos dias 29, 30 e 31 de março, devem inscrever-se no link https://festivaldecuritiba.com.br/oficinas-fringe/