Um dos cantores de sertanejo mais popular da atualidade na música brasileira, Luan Santana revisitou os seus 10 anos de carreira, no último domingo (15), enchendo o Grande Auditório do Teatro Positivo. Com sua nova turnê, levando o nome de ‘X’, o cantor emocionou e agitou o público.

Com telões posicionados nos cantos do palco, dividindo espaço com a banda que o acompanha na turnê, foram projetadas ampulhetas – elementos da Roma antiga remetendo a viagem no tempo – e em sequência uma contagem regressiva. E a sucessão de hits começou logo no início, com a abertura do show marcada por ‘Acordando o prédio’, seguido de ‘Eu, você, o mar e ela’, ‘Tudo o que você quiser’, ‘Te esperando’ e ‘Cê topa’.

E o show transcorreu, com sucessos antigos da carreira do músico quanto inéditos, como ‘2050′, último single lançado. Relembrando os primeiros sucessos, um medley acústico foi realizado na pista do palco, tocando as canções “Te vivo”, “Sinais”, “Você não sabe o que é o amor”, “Meteoro” e um remix de ‘Amar não é pecado’.

O palco do Teatro Positivo foi local de reencontro entre o cantor e a dupla Breno e Caio Cesar, que relembraram o clássico da música sertaneja ‘Evidências’(de autoria de José Augusto e Paulo Sergio Vale), imortalizado na voz dos paranaenses de Astorga, Chitãozinho e Xororó.

Obviamente, os fãs de Curitiba e região não podiam deixar passar o momento sem uma homenagem ao cantor, a música escolhida foi ‘Dia, Lugar e Hora’. Com máscaras preparadas em todos os acentos, os fãs puderam impressionar Luan Santana, que anteriormente tinha comentado a ideia da banda entrar de máscara no palco.

Praticamente em todas as músicas do show, o público respondeu à altura, cantando as canções na ponta da língua, com destaque para a execução de ‘Chuva de arroz’, quando Luan passou a bola para que o público o acompanhasse na repetição do refrão, em meio a efeitos especiais com luzes e papeis picados.

Natural de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, Luan Santana explicou a relação com os fãs de Curitiba e os motivos de começar a turnê pelo estado. Segundo ele, sempre é uma emoção voltar à capital e sente muita saudade do carinho das fãs daqui.