Independence Day chegou aos cinemas pela primeira vez em 2 de julho de 1996 revolucionou o gênero de catástrofes no cinema.

O longa foi dirigido pelo alemão Roland Emmerich o mesmo de Godzilla (1998), O Dia Depois de Amanha (2004) e 2012 (2009).

Enquanto promovia Stargate na Europa, Emmerich teve a ideia do filme após lhe perguntarem se acreditava na existência de vida alienígena. Ele e Devlin decidiram depois incorporar um ataque em grande escala no roteiro ao perceberem que os extraterrestres, na maioria dos filmes de invasão ao nosso planeta, viajam longas distâncias no espaço e apenas ficam escondidos quando chegam à Terra. A fotografia principal do filme começou em julho de 1995 em Nova Iorque, e foi oficialmente concluído em 20 de junho de 1996.

O lançamento estava marcado para 3 de julho de 1996, mas devido à grande expectativa para o filme, muitos cinemas começaram a exibi-lo já na noite anterior, mesma data em que o enredo começa. A obra teve uma renda bruta de bilheteria, a nível mundial, de mais de $816,969,268 de dólares, a segunda maior da história do cinema até então. Hoje, ocupa a 38º posição na lista das maiores arrecadações de todos os tempos, superando outros filmes de catástrofes de grande escala e de ficção científica lançados na segunda metade da década de 1990. Independence Day também ganhou o Oscar de melhores efeitos visuais e também foi nomeado para melhor mixagem de som.

O filme foi premiado num total de 15 premiações e mais de 40 categorias, uma delas foi o OSCAR, levando duas estatuetas!

Academy Awards

Categoria Melhor Efeitos Visuais Especiais (Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil)

Academy of Science Fiction, Fantasy & Horror Films

Categoria Melhor Diretor (Roland Emmerich)
Categoria Melhor Filme de Ficção Científica
Categoria Melhor Efeitos Visuais Especiais (Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil)

Amanda Awards

Categoria Melhor Filme Estrangeiro (Roland Emmerich)

BMI Film & TV Awards

Categoria Prêmio BMI Film Music David Arnold

Blockbuster Entertainment Awards

Categoria Melhor Ator de Ficção Científica (Will Smith)

Czech Lions

Categoria Prêmio Box Office

Golden Screen

Categoria Prêmio Golden Screen
Categoria Prêmio Golden Screen com 1 estrela
Categoria Prêmio Golden Screen com 2 estrelas

Grammy Awards

Categoria Melhor Composição Instrumental escrita para filme (David Arnold)

International Monitor Awards

Categoria Efeitos Visuais Eletrônicos Andrea D’Amico, Greg Kimble, Lawrence Littleton, Kenneth Littleton, Jennifer German e Michael Peterson

Kids’ Choice Awards

Categoria Melhor Filme

MTV Movie Awards

Categoria Melhor Beijo Will Smith e Vivica A. Fox

Mainichi Film Concours

Categoria Melhor Filme em Lingua Estrangeira Roland Emmerich

People’s Choice Awards

Categoria Melhor Filme Dramático

Satellite Awards

Categoria Melhor Edição David Brenner
Categoria Melhor Efeitos Visuais Volker Engel e Douglas Smith

Sci-Fi Universe Magazine

Categoria Melhor Ator de Ficção Científica Will Smith
Categoria Melhor Cinematografia Karl Walter Lindenlaub
Categoria Melhor Diretor Roland Emmerich
Categoria Melhor Filme de Ficção Científica
Categoria Melhor Trilha Sonora para um Filme David Arnold
Categoria Melhor Atriz Coadjuvante Vivica A. Fox
Categoria Melhor Efeitos Especiais Volker Engel, Clay Pinney, Douglas Smith e Joe Viskocil
Categoria Melhor Roteirista Dean Devlin e Roland Emmerich

20 anos após o grande sucesso, Roland Emmerich retorna com a sequencia de Independence Day, que carrega a responsabilidade de repetir o sucesso do primeiro, tanto em produção como em roteiro. A expectativa para o longa é grande, em 20 anos a tecnologia usada mudou e muito e com a revolução do cinema neste tempo será que Roland teve tempo para preparar uma sequencia de mesmo nível? Talvez para a época os efeitos especiais de grandes proporções tenham ajudado na popularidade do filme, e para quem assistiu ao filme com 5, 6 anos de idade -assim como eu- esperar algo grandioso hoje não é mais novidade, com blockbuster saindo a todo momento Independence Day 2 talvez não tenha um espaço considerável no mercado e pode não surpreender.

Independence Day: O Ressurgimento usará a tecnologia IMAX, que por sua vez gera um status de ‘qualidade’ no longa em questão. A produção de 1996 ganhou o OSCAR na categoria ‘melhor efeitos visuais’, porem hoje sabemos que este mercado está cada vez melhor quando se trata de tecnologia  e que para um filme destacar-se neste meio precisa de qualidade na produção, roteiro, direção, atuações…

Agora basta esperar o dia 23 de junho para sabermos se o longa vai trazer resultados positivos ou não!

Este post é um oferecimento de Independence Day 2 – 23 de junho nos cinemas!