Início Cinema & Filmes

Cinema & Filmes

Tudo sobre cinema, filmes e bastidores das principais produções do momento!

Universal divulga primeiro teaser-poster da sequencia de “Jurassic Wolrd”

0

Isso mesmo!! Ainda estamos sob o sucesso grandioso que foi ‘Jurassic Wolrd‘ e a Universal Pictures já esta nos deixando ansiosos para a sequencia do longa que vai chegar ao cinemas somente em 2018! Foi divulgado hoje o primeiro teaser-poster da sequencia, e a data de lançamento revelada, será em 22 de Junho de 2018. Sim esta muito longe, porque tão longe? 🙁

jurassic world 2

Premiado filme ‘Por trás do Céu’ traz a luta do povo no sertão nordestino

0

Filmado nas cidades de João Pessoa e Cabaceiras, no estado da Paraíba, o longa-metragem Por Trás do Céu foi escrito por Caio Sóh, originalmente para o teatro e agora adaptado pelo mesmo para o cinema. Caio também é diretor de “Teus Olhos Meus”, filme vencedor pelo júri popular da 35a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. A produção, que tem data de lançamento para dia 06 de abril, é liderada pelo produtor Denis Feijão, da Elixir Entretenimento – responsável, entre outros, pelo premiados documentários “Raul: O Inicio, o Fim e o Meio” e “Sabotage: O Maestro do Canão” – em parceria com o ator e produtor Emilio Orciollo Netto e o diretor Caio Sóh, do Movimento Cinema Bruto. Conta também com a atriz Nathalia Dill, Renato Góes, Paula Burlamaqui, Everaldo Pontes, Roberto Bomtempo, Léo Rosa e Sebastião Formiga.

A história conta o drama de Aparecida, personagem de Nathalia Dill, e seu sonho de ver de perto o que existe além do seu mundo – seja a cidade, seja o firmamento. No que parece ser um pequeno vilarejo nos confins do sertão nordestino, Aparecida e seu marido Edivaldo, personagem de Emilio Orciollo Netto, veem suas monótonas vidas passarem sem sentido. Indignada com Deus e o diabo, a mulher questiona a existência, a dor e os limites do ser humano.

Em “Por Trás do Céu”, o sertão é um mundo – um espaço existencial – e um mundo confundido com linguagem original, poética e criadora, no sentido de que tudo pode ser visto – espaço e linguagem – como universo ainda virgem, puro de sentido.

Das cenas brotam espaços existenciais, interativos, vivos, por vezes personificados, verdadeiramente panteístas; brota um universo folclórico, cercado de transcendência; brota a vida enquanto existência exterior e interior, e a morte enquanto limitação; brotam assim belos, o amor, a comunhão, os rompimentos, os medos, as certezas, as angústias, as esperanças, as desilusões, as descobertas, as perdas, Deus, o diabo, o bem e o mal, as tensões entre o sujeito e o sertão, o sujeito e o outro, o sertão e o mundo, o mundo e a linguagem.

O filme teve uma excelente passagem pelo 20a Festival CinePE, onde conquistou cinco prêmios, entre eles: Melhor Filme Pelo Júri Popular, Melhor Roteiro, Melhor Atriz Coadjuvante e Melhor Ator Coadjuvante. Saiu também vitorioso do 11º Festival de Cinema Latino Americano de São Paulo, realizado no Memorial da América Latina, com o prêmio do Público. Além disso, participou na seleção oficial de importante festivais internacionais como FESTin Lisboa, Festival do Cinema Brasileiro em Munique e Festival Du Film Bresilien em Luxemburgo.

Confira novas imagens promocionais de ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’

0

A Entertainment Weekly divulgou novas imagens promocionais do aguardado Jurassic World: Reino Ameaçado. Nas imagens podemos ver Chris Pratt e Bryce Dallas Howard ‘interagindo’ com alguns ‘colegas’ de elenco.

Confira as imagens:

Protagonistas estão em pânico em novo cartaz de ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’

Baseada na icônica ‘Jurassic Park’, de Steven Spielberg, que completa 25 anos em 2018, ‘Jurassic World: Reino Ameaçado’ resgata o clima de uma das franquias mais populares e queridas do cinema. Agora, com Chris Pratt e Bryce Dallas Howard como protagonistas, o filme traz de volta o personagem Dr. Ian Malcolm, de Jeff Goldblum.

Dirigida por J.A. Bayona, a produção é uma parceria com a Amblin Entertainment, e traz Steven Spielberg como produtor executivo, ao lado de Colin Trevorrow – responsável pela direção de “Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros”, uma das bilheterias mais expressivas de 2015 com mais de R$ 90 milhões em renda, somente no Brasil.

A estreia está marcada para 21 de junho de 2018.

Crítica: Não Se Aceitam Devoluções – Novo filme de Leandro Hassum, tem um ponto forte e não é a comédia.

0

A nova produção brasileira é baseada no filme lançado em 2013, “No se aceptan devoluciones” uma produção mexicana que está entre as 10 maiores bilheterias do pais. O filme também fez sucesso nos Estados Unidos e Europa, tendo por lá, ganhado uma versão francesa protagonizada por Omar Sy (Intocáveis).

Desavisado das duas outras versões, fui assistir a nova produção nacional de coração aberto, mas comédias brasileiras não me geram boas expectativas, com Leandro Hassum na capa, muito menos.

Não entenda errado, acho que o ator é um ótimo comediante, mas do meu ponto de vista, as comédias nacionais visam um público de televisão e se negam a usar da criatividade.

Em Não Se Aceitam Devoluções (2018), o que diz respeito a comédia, é exatamente mais do mesmo, situações e piadas forçadas que tentam se ancorar no carisma do seu ator principal, em alguns momentos me senti assistindo um filme dos trapalhões dos anos 80.

A história acompanha a vida de Juca Valente (Leandro Hassum), um playboy boa vida que é apresentado como um grande mulherengo. Sua vida é completamente mudada quando um de seus antigos casos aparece em sua porta e lhe deixa uma filha. Jogue a lógica de lado, não chame a polícia, não chame o conselho tutelar, não envolva a lei, pegue a criança e vá para os EUA procurar a mãe. Sem sucesso e após o filme criar um vínculo absurdo entre pai e filha, Juca decide criar a pequena.

7 anos se passam e a vida de Juca é delimitada pelo seu perigoso trabalho como dublê e a criação de sua filha, uma vida que se apresenta com demasiada diversão. A história alonga em contar essa parte e por muitas vezes parece contar mais do que é necessário e também fazer com isso piadas sem graça. São inúmeras coisas que parecem jogadas sem sentido, ditas sem contexto e parece que tudo o que é feito da vida dos personagens é algo que não tem sequer noção da realidade.

Toda essa vida de riscos e diversão é abalada pelo retorno da mãe da criança. E a partir dai o filme tenta esquecer o gênero de comédia e entra em um círculo de idas e vindas de drama que, até certo ponto, compensam a ida ao cinema.

Após uma cansativa hora de filme, me vi mudar o ponto de vista e passei a ficar preocupado com os personagens e também emocionado com o final. A falta de noção com a realidade, passa a fazer algum sentido, justifica o uso de situações e da falta de contexto de muitas das coisas que acontecem, não melhora a forma como foram apresentadas, mas facilita na hora de aceita-las.

E de quebra, apresenta um Leandro Hassum de drama, algo que o cinema poderia ver mais.

Não Se Aceitam Devoluções não é o drama, muito menos a comédia, do ano, lhe falta identidade, falta coragem em ser um filme mais adulto e para um público de cinema, ele se aceita com o que pode fazer de comédia e ignora o que ele mesmo fez de melhor.

Não Se Aceitam Devoluções chega aos cinemas na próxima quinta, dia 31 de Maio!

Pantera Negra ultrapassa Frozen e se torna a 10º maior bilhteria do mundo!

0

É claro que Pantera Negra ia fazer um marco gigante no mundo do cinema, o longa de origem do personagem ultrapassou Fronzen: Uma Aventura Congelante e pega pra si a 10º poisição na lista de maiores bilheterias da história do cinema.

O filme ocupa agora a 10º posição com US$ 1.280 bilhão arrecadado no mundo inteiro. Assim, fica apenas abaixo de Star Wars: Os Últimos Jedi, que fica na 9º posição com US$ 1.332 bilhão, e Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, na 8º com US$ 1.341 bilhão.

Pantera Negra ainda está em exibição nos cinemas brasileiros mas logo deve sair já que estreou em fevereiro.

‘PéPequeno’ ganha novo cartaz que mostra as criaturas da animação

0

A Warner Bros. divulgou o novo cartaz de PéPequeno, sua nova animação que promete ser ótima para toda a família conferir. O novo pôster traz um humano no meio de muitos Yetis e a frase: Há sempre uma pequena verdade atrás de toda grande lenda.

O elenco de dubladores conta com Zendaya, Common, LeBron James, Gina Rodriguez, Danny DeVito, Yara Shahidi, Ely Henry e Jimmy Tatro.

PéPequeno chega aos cinemas do Brasil em setembro.

Primeira imagem oficial de Channing Tatum em ‘Os 8 Odiados’ é divulgada!

0

Foi liberada hoje uma imagem oficial do ator Channing Tatum em “Os Oito Odiados” novo filme de Quentin Tarantino. 

Nas divulgações e promoções do filme o ator até então estava ausente, Quentin revelou que quis manter em segredo a participação do mesmo no filme para manter o segredo/suspense. O filme chega hoje aos cinemas!

channing tatum

O  filme se passa alguns anos após a Guerra Civil (1861-1865) no interior do Wyoming. Uma diligência levando o caçador de recompensas John Ruth (Kurt Russell), também chamado o Homem da Forca, e a fugitiva Daisy Domergue (Jennifer Jason Leigh) se acidenta, e os dois seguem para a cidade de Red Rock, onde Daisy será entregue à justiça.

Review: ‘Animais Fantásticos e Onde Habitam’ é fantástico em todos os sentidos

0

Pode parecer clichê, mas é a mais pura verdade. O possível filme mais aguardado do ano estreou, e nem deu para notar que já fazem cinco anos que a audiência não assistia a uma obra cinematográfica do mundo mágico de J.K. Rowling nos cinemas. Logo nos primeiros instantes, a magia que estávamos acostumados em Harry Potter voltou, e foi absorvida com uma facilidade imensa por quem estava assistindo.

A trama se mostrou desenvolvida o bastante para que cada detalhe acrescentasse mais, sendo impossível achar alguma cena solta ou desnecessária. Os efeitos criados foram muito bem pensados e feitos para que o telespectador realmente entrasse naquele momento e fizesse parte da história, do cenário, e claro, da tão famosa maleta de Newt Scamander (Eddie Redmayne). Não consigo achar outra palavra para descrever a sequência de cenas que explora esse lugar completamente diferenciado de tudo o que foi mostrado até então se não “fantástica”. Com elementos muito vivos, a apresentação das criaturas e de seu habitat não tão improvisado assim dentro da maleta foi criada de uma maneira incrível. Os animais, além de serem fantásticos, possuem certas personalidades próprias, o que aumenta a curiosidade e até mesmo o tom de humor do filme.

animais1

Porém, a participação das maravilhosas criaturas não seria a mesma sem Newt Scamender, ou mais precisamente Eddie Redmayne, que além de interpretar, criou o protagonista com uma perfeição e liberdade surpreendente. O que era um personagem desconhecido, sem descrição, virou algo pronto, sem falhas, completamente novo e diferente de todos os outros principais já vistos. Dentre todos os elogios que pode-se atribuir ao Newt, o mais apropriado seria dizer que ele é tão fantástico quanto suas criaturas.

Todo o elenco foi impecável, assim como todos os personagens – que participaram diretamente da trama e, algumas vezes, proporciona o esquecimento de um “personagem principal”, pois todos são partes importantes em cena, principalmente com Katherine Waterston (Porpentina Goldstein) e Alison Sudol (Queenie Goldstein). O personagem de Dan Fogles (Jacob) criou mais um lado inovador para o filme: a presença de um não-mágico na história completa, levando cenas engraçadas e divertidas à tela. Já Colin Farrel (Percival Graves), interpretou perfeitamente os segredos e mistérios envoltos em Percival. É necessário um maior destaque para Ezra Miller (Credence), que surpreendeu a todos com sua esplêndida atuação e fazendo o filme ficar mais perfeito do que já estava.

animais2

As atuações foram, mais uma vez, incríveis. E obviamente, a mente por trás de todo esse sucesso é J.K. Rowling. A autora, que também ajudou na produção, criou o roteiro do filme. David Yates deixou tudo ainda mais completo, proporcionando aos não-mágicos que foram ao cinema saírem de lá como completos bruxos envolvidos em uma história magnífica e fantástica.

Animais Fantásticos e Onde Habitam” possui um enredo diferenciado dos filmes de Harry Potter. Há muito mais para ver do que o primeiro filme, porém o primeiro já é o suficiente para fazer com que o público se apaixone por essa nova era do mundo da magia, que por sinal, só está começando.

Por Anna Padilha do Chá das Onze!

Trailer e pôster de “Todo Dia” convidam o público a enxergar além das aparências

0

Todo Dia” (Everyday), inspirado no best-seller homônimo de David Levithan, é um lançamento da Paris Filmes que chega aos cinemas brasileiros dia 24 de maio e tem seu trailer e cartaz teaser recém-divulgados.

Com pouco mais de 2 minutos, o trailer é marcado pela música “What About Us”, da cantora Pink, e apresenta situações incomuns, que despertam uma paixão a partir da essência de uma pessoa.

Dirigida por Michael Sucsy (de ‘Para Sempre’), a produção retrata o dia a dia de uma menina de 16 anos que se apaixona por A, uma alma que habita o corpo de um adolescente diferente a cada 24 horas. Protagonizada por Angourie Rice (Rhiannon), a ficção conta com participação do garoto trans Ian Alexander (da série de ficção científica da Netflix: “The AO”) e reforça a consciência de A se manifestando em pessoas de diferentes genêros, alturas e pesos.

Disputa entre Horda e Aliança estampa cartaz nacional de ‘Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos’

0

Dividido pelas cores das duas facções, o cartaz nacional “Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos” (Warcraft – The Beginning)representa o confronto entre Horda e Aliança no filme. Além dos exércitos, a imagem traz os líderes dos dois lados – Durotan (Tobby Kebell) e Anduin Lothar (Travis Fimmel) – e os personagens coadjuvantes Orgrim (Robert Kazinsky), Rei Liane (Dominic Cooper), Garona (Paula Patton), Medivh (Ben Foster) e Khadgar (Ben Schnetzer).

Warcraft_Online_1-Sht_ColouredSky_Brazil_0

Com distribuição da Universal Pictures, a aventura conta com direção de Duncan Jones (“Lunar” e “Contra o Tempo”) e mostra o pacífico reino de Azeroth à beira de uma guerra. Quando sua civilização enfrenta uma temível invasão de guerreiros Orcs – que fogem de seu território para colonizar um novo lar –, um portal se abre para conectar esses dois mundos: um exército se vê cara a cara com a destruição e o outro, com a extinção. De lados opostos, dois heróis são colocados em um caminho de colisão que irá decidir o destino de suas famílias, seu povo e seu lar.

Inspirado no jogo de estratégia em tempo real lançado pela Blizzard Entertainment em 1994, “Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos” é uma parceria com a Legendary Pictures. O longa tem estreia prevista para 2 de junho de 2016.

Últimas