Chega aos cinemas na próxima quarta, dia 2, o longa A Luz Entre Oceanos! O filme se passa na Austrália, depois da Primeira Guerra Mundial, um homem trabalha em um farol com a sua esposa. Um dia, eles encontram dentro de um barco um cadáver e um bebê de dois meses de idade. O casal pensa inicialmente em avisar a polícia, mas depois decidem que este foi um presente de Deus, e passam a cuidar da criança. Muito tempo mais tarde, quando fazem uma viagem, eles descobrem que tomaram a decisão errada.

Já vimos o filme, e separamos aqui 5 motivos para você VER o filme nos cinemas! Confira a lista logo abaixo.

Alicia Vikander

Gente, antes de mais nada, precisamos comentar que o elenco deste filme é simplesmente maravilhoso. Começando pela atriz Alicia Vikander (Jason Borne, A Garota Dinamarquesa, Ex Machina) ganhadora do Oscar por A Garota Dinamarquesa na categoria Melhor Atriz Coadjuvante, Alicia prova mais uma vez ser uma grande atriz. No papel principal da trama, ela interpreta Isabel, uma moça apaixonada que planeja ter uma vida feliz ao lado de um marido bom e fiel. Ela só não poderia esperar que a vida fosse tao dura com ela, por isso Isabel passa por momentos difíceis ao longo da trama, mas mesmo assim não desiste de lutar por sua família.

Michael Fassbender

Ainda sobre elenco, temos Michael Fassbender (X-Men Primeira Classe e Apocalipse, Steve Jobs, Prometheus, Assassin’s Creed) como marido de Isabel na trama. Ele interpreta Tom um ex-soldado que não acreditava mais no amor ou família até encontrar Isabel. Acreditando estar fazendo a coisa certa, Tom acaba colocando ele e sua esposa em uma situação delicada, e então descobrirá o verdadeiro significado do amor.

Baseado em um Livro

É um filme baseado em uma obra literária. Romance de estreia da australiana M. L. Stedman, A luz entre oceanos alcançou as principais listas dos mais vendidos do mundo, incluindo o cobiçado ranking do The New York Times, onde permaneceu por mais de quatro meses. Escrito por uma advogada que aborda os limites da ética e os dilemas morais sob diferentes pontos de vista, o romance conta a história de Tom Sherbourne, faroleiro de uma ilha isolada na costa oeste da Austrália, e sua mulher, Isabel. Impedidos de ter filhos, a vida do casal sofre uma reviravolta quando um barco à deriva aporta na ilha. Publicado em 25 países, A luz Entre Oceanos é um livro emocionante sobre perdas trágicas e escolhas difíceis, sobre a maternidade e os limites do amor.

Não li o livro, mas considerando o filme um longa de potencial, roteiro bem escrito e ótima direção, já adicionei em minha lista de próximos a ler.

a-luz-entre-oceano2

História

Qual o limite do amor? Está é uma pergunta que fica depois de ver o longa, nos questionamos sobre o certo e errado ao decorrer da trama, e pensamos diferente depois de conhecer pontos de vista opostos apresentados na história. Será que podemos nos considerar culpados por algo que achamos estar fazendo de forma correta? A Luz Entre Oceanos aborda exatamente este contexto, e não algo fora do comum, é de fato algo que pode acontecer com você.

a-luz-entre-oceanos1

Não é um romance clichê

É um filme de romance? É sim, mas não é um Nicholas Sparks da vida (não que os filmes dele sejam ruins, longe disso). É um filme que aborda o amor entre um casal e seus problemas de forma tensa e bem contada sem se tornar chato e melodramático, são 133 minutos de filme que valem acompanhar (e o ingresso) sem sair da sala arrependido.

A Luz Entre Oceanos chega aos cinemas quarta-feira, dia 2, e se você estava na dúvida sobre ir ou não ver, a dica é: vá ver. Chame alguém ou vá sozinho chorar um pouco na sala do cinema. Vá ao cinema.