Estreou na última sexta, dia 25, a série O Mundo Sombrio de Sabrina nova série original da Netflix inspirada na personagem Sabrina, da série de revistas em quadrinhos da Archie Comics.

Se você ainda não assistiu recomendo ver antes porque o texto abaixo pode conter alguns spoilers sobre a temporada atual, esteja avisado.

Pra quem viu a série de uma vez só talvez tenha deixado passar algumas coisinhas despercebidas, ou não, o fato é que estas 5 coisas da lista são importantes de saber, confira:

Universo compartilhado

O que mais se comentou entre os fãs foi o fato da série ser criada pelo Roberto Aguirre-Sacasa, o mesmo cara que comanda Riverdale. Uma possibilidade de crossover já é uma boa ideia, mas fica ainda melhor quando é sabido que Sabrina e Riverdale são frutos de uma mesma editora: Archie Comics; e nos quadrinhos já rolou este encontro.

O próprio Aguirre-Sacasa já revelou que gostaria de ver as histórias se juntarem nas telinhas, será? No segundo episódio de O Mundo Sombrio de Sabrina uma citação direta a Riverdale é mostrada, o que mostra que as histórias já se passam no mesmo universo, o que nos resta é esperar por este encontro que vai ser demais se de fato rolar.

Salem

O personagem mais misterioso da série durante as gravações (pelo fato de pouco ser revelado sobre ele) é o gato Salem, o familiar de Sabrina. Na clássica série Sabrina, Aprendiz de Feiticeira Salem falava como um humano com Sabrina, nesta da Netflix ele também “fala” só que miando. A questão é: Salem falará ou não em O Mundo Sombrio de Sabrina?

No último episódio da série temos a confirmação de que um Familiar pode sim falar como um humano quando Stolas (um corvo) fala com Madam Satan. Quem sabe na próxima temporada Salem também fale.

Bruxas

O universo das bruxas é o ponto forte da série, mas nesta primeira temporada acompanhamos o dilema de Sabrina entre ser meio humana e meio bruxa, por isso suas bruxarias foram deixadas de lado e não muito exploradas. Mas ao final do último episódio tivemos certeza que o lado bruxa de Sabrina será bem explorado na próxima temporada, o que não sabemos é como.

Comédia vs Adulto

É claro que as comparações com o clássico dos anos 90 são inevitáveis. Mas desde o começo estávamos cientes de que a versão mais recente seria mais madura e de fato inspirada nos quadrinhos, o que torna a série mais interessante por se tratar de assuntos tensos e “ocultos”; o qual é difícil se desenvolver em uma sitcom.

Em O Mundo Sombrio de Sabrina Aguirre-Sacasa não economizou na censura e teve morte explicita sim e muito ocultismo, o que é muito bom para uma série deste gênero. Assim como sua série-irmã Riverdale a trama é seria, mas não muito pesada, respeitando a linha que divide o cômico do trágico e sério.

Bruxaria e assuntos “polêmicos”

O fato de a série ser sobre uma bruxa, não anula o fato de poder desenvolver outros assuntos dentro da trama, o que foi feito muito bem nesta primeira temporada.

A primeira temporada foi como uma introdução e a história não teve pressa nenhuma em revelar mais sobre uma Sabrina bruxa, pelo contrário, o drama revela uma história de uma adolescente que está descobrindo o mundo a sua volta e tendo que lidar com a consequências de seus atos impensáveis, que pra ela são os corretos claro. Além de construir muito bem os assuntos família, amigos, problemas e relacionamento.

E você, curtiu a série? Não deixe de comentar e compartilhar com os amigos!